sábado, 6 de setembro de 2014

Deus não julga pela aparência.

Deus não julga pela aparência. Gálatas 2.6. Paulo em uma de suas cartas relata bem com o julgamento de Deus. Ou seja, Deus não vê como o homem vê, pois Deus vê além e sabe de todas as coisas. Deus vê o coração do homem.

Muitas pessoas pensam que a santidade está nas vestes, nos rituais. Muitos pensam que fazendo isto terão mais comunhão com Deus. Afinal tudo isso é vaidade. Vaidade não é se maquiar, vestir boas roupas, usar um bom perfume, fazer um bom corte de cabelo. Não, isto é cuidar do nosso corpo, nosso corpo precisa de cuidados.

Vaidade é se apegar a coisas vás, às inutilidades, como narra o livro de Eclesiastes. A mulher que que usar boas roupas? Sim, tem que se cuidar? Sim, Tem que se perfuram sim. O homem também? Sim. Afinal o interesse pelo sexo oposto também tem dessas coisas. Ninguém vai namorar ou casar com alguém pela qual não se tenha nem interesse nem atração física. Isto não pode ser a finalidade de um relacionamento; porém não deve ser um ponto a ser desprezado.

Mas o que é inutilidade? Falar da vida alheia, se preocupar mais com a vida dos outros que com a sua; invejar o seu próximo; fazer contendas; isto sim sim é vaidade, e não o fato de se cuidar.

Tenhamos bastante discernimento na hora de falar, pois a boca fala do que o coração está cheio. Procuremos realmente entender a essência das coisas, senão serão apenas palavras vazias, como correr atrás do vento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

HOME

Seguir O Blog Se você encontrar algum link sem funcionar favor nos informe: daniel.alvesb@gmail.com Nossa Página no Facebook: https://...