quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Gentileza não custa nada

Hoje pela manhã, em minha caminhada diária passava eu na Avenida Recife, quando um certo carro passou por uma poça de lama e me molhou; até tentei desviar, mas foi impossível.
Isto me fez lembrar que na segunda feira passei um episódio semelhante, quando ao tentar correr da mesma situação, acabei caindo e me machucando, fiquei com algumas escoriações, mas graças a Deus estou vivo.
Um outro motorista na me deixou passar, ou seja foi gentil comigo. Às vezes precisamos para um pouco para pensar nas nossas atitudes, refletir, meditar, fazer uma autoanálise. Muitas pessoas vivem na vida como se o seu tempo vivesse a mais de 100 por hora. Isto é errado, a contemplação, o respirar, a natureza, isto nos faz bem. Nos faz sentir humanos.
Você já parou pra pensar como as pessoas andam num ritmo freneticamente acelerado? Sim, as pessoas vivem como se nunca fosse morrer, como se sua única ambição fosse sua vida profissional, e acabam perdendo o melhor da vida.
Ainda não sou pai, mas adoro minhas sobrinhas, ver o rostinho delas, as brincadeiras, são momento inesquecíveis, como é bom ter uma família, e um dia espero ter a minha.

Acho que precisamos pisar no freio, afinal de toda riqueza, nada levaremos dessa terra. Afinal, tu és pó e ao pó tornarás.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

HOME

Seguir O Blog Se você encontrar algum link sem funcionar favor nos informe: daniel.alvesb@gmail.com Nossa Página no Facebook: https://...