terça-feira, 16 de abril de 2013

É o cúmulo da coincidência


Estava eu na parada escrevendo em meu caderno na parada do ônibus, quando de repente um caminhão parou e nele estava o motorista, e duas jovens loiras muito bonitas. De repente uma delas me pergunta algo, não ouvi porque estava com o fone no ouvido. Então retirei o fone e pude ouvir a pergunta: “Me empresta a caneta...”. Então como eu sou muito prestativo emprestei a caneta e fiquei atenciosamente olhando e esperando ela terminar de anotar um telefone. Aparentemente ela parecia procurar um endereço para entrega. Ainda pensei em brincar e dizer: “Não vai me dar seu número?”. Mas preferi ficar só olhando. Vai que dá certo e ela acabava me dando o número dela... Mas mesmo que ela me desse o número eu não ligaria, afinal sou doce e mamãe passou açúcar em mim.

Ajude a manter este blog. Clique nos anúncios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

HOME

Seguir O Blog Se você encontrar algum link sem funcionar favor nos informe: daniel.alvesb@gmail.com Nossa Página no Facebook: https://...